Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

riscos_e_rabiscos

.

.

Coisas estranhas...

Há uma senhora, que por vezes encontro no autocarro, cujo cabelo é digno de admiração, de se soltar um espantado "Ah!".

 

A primeira vez que a encontrei, vinha certamente do cabeleireiro. Cabelo muito direitinho, bem arranjado e impregnado de laca. O único senão é a "armação". O cabelo ganha uma dimensão que a mulher parece ter uma melância na cabeça... ou um ninho de cegonhas... ou um balão com cabelo!

Lembram-se daquela série da RTP que era A Mulher do Senhor Ministro? Lembram-se do cabelo da Ana Bola? Pois é uma coisa assim mas ainda um bocadinho maior e em tom cobre. Ah e às vezes tem uma variação: uma nuance loira na franja!

 

Hoje encontrei a tal senhora de novo. E descobri que, afinal, o cabelo dela não é armado pela cabeleireira. Portanto estava eu a atribuir as culpas à cabeleireira quando o defeito é... do próprio cabelo da mulher! É que hoje trazia o cabelo "ao natural" (vá, chamemos assim ao penteado desgrenhado de hoje) e tinha uma cabeça digna de uma cesta de vime! Ó que cabelo tão rebelde. Se fosse meu, dava-lhe um tratamento de pente zero!

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.